sábado, 15 de outubro de 2016

Constelação Sistêmica Familiar

O que é Constelação Sistêmica Familiar?



         Método terapêutico de base sistêmico-fenomenológica, criado por Bert Hellinger, que pode ser realizado em grupo ou individualmente, sob orientação de um terapeuta, constelador ou facilitador. Permite que se revelem as ligações da alma de um sistema, em conexão com os destinos das famílias ou grupos que o compõem, em relação aos contextos aos quais estão vinculados.

 
       A constelação ocorre de forma muito simples e objetiva. Inicia  a partir da definição da questão a ser vista (problemas de relacionamento afetivo, sentimento de falta de lugar na familiar, adoecimentos, vícios, questões jurídicas, educacionais, sociais, relacionamentos familiares - pais e filhos, irmãos, etc., dificuldade de prosperidade financeira, profissionais e de outras ordens). Em seguida, o cliente escolhe, de forma aleatória,  membros do grupo para representarem seus familiares, pessoas com quem se relaciona ou relacionou, sintomas ou situações específicas.
O passo seguinte é posicioná-los, gerando uma “imagem inicial” da situação. O terapeuta pode, nesse momento, solicitar informações essenciais sobre a história da família do cliente. Entretanto, quanto menos o facilitador e os representantes souberem a respeito dessa história, melhor, pois eles se movem pelos sentimentos, percepções e sintomas corporais que vão se manifestando de forma fenomenológica. A partir desses movimentos, a alma do sistema do cliente e as forças que nela atuam começam a se revelar, levando o terapeuta a conduzir os posicionamentos e as falas dos representantes, se necessário, gerando liberações e a construção de uma nova “imagem solução”.
Através da Constelação Sistêmica Familiar podemos olhar para as dores do nosso sistema, que causam problemas e dificuldades de vários tipos na nossa vida, sem que tenhamos consciência delas. Ao olharmos, conseguimos perceber onde estão os emaranhamentos, os nós desse sistema, possibilitando jogar luz sobre eles e restabelecer o fluxo de amor entre os seus membros, levando à cura e a uma vida mais plena e feliz. Todos os participantes do sistema são afetados de forma ampla pela Constelação, mesmo que não estejam presentes durante o atendimento. Reconhecendo, se responsabilizando e liberando as dores do sistema, seus membros podem viver relacionamentos mais saudáveis que vão influenciando nos outros sistemas pelos quais transitam. A constelação é, assim, uma forma de limpar as dores do nosso próprio sistema e dos sistemas mais amplos nos quais estamos inseridos.  

Constelação em consultório
 
Quando acontece em consultório, o “papel” representado pelas pessoas, é feito por objetos (cadeiras, almofadas, papéis, cristais etc.) e o terapeuta vai conduzindo o cliente a perceber a energia/o campo desses objetos e o que eles comunicam. Da mesma forma que acontece no grupo, o cliente define uma questão para ser olhada, escolhe os objetos para representarem as pessoas, sintomas ou situações ligadas à questão e os posicionam. O procedimento metodológico é o mesmo e também ocorrem diálogos, sugeridos pelo terapeuta, e movimentação dos objetos até que se concretizem as liberações necessárias, que possam ser vistas as revelações da alma do sistema e construídas as imagens de cura.


 
A Constelação Sistêmica Familiar é um método terapeutico bastante difundido em várias partes do mundo. O próprio Bert Hellinger, hoje com 90 anos, e sua esposa Sophie Hellinger, realizam seminários em vários países disseminando o método, bastante caro a psicólogos, terapeutas holíticos e de familia e, também, a outros profissionais que utilizam a Constelação em suas áreas de atuação como a justiça, a saúde, a educação, tanto que hoje existem a justiça restaurativa,  direito sistêmico, os círculos restaurativos de paz e a pedagogia sistêmica, que tem como base o uso da Constelaçao Sistêmica e suas leis.   

Atendimentos
 
Diversos consteladores realizam atendimento individual e em grupo em seus consultórios particulares e espaços terapêuticos em todo o Brasil. Eu tenho desenvolvido um trabalho como facilitadora de Constelação Sistêmica em Recife, realizando atendimentos individuais e em grupo, no Recanto do Ser, localizado no bairro da Encruzilhada, Recife – PE, e convido meus conterrâneos a conhecerem o método e se beneficiarem dele. Deixo, então, com vocês o link com a página do espaço no facebook e o site onde podem ser encontradas informações sobre os atendimentos:
 Facebook Recanto do Ser: https://www.facebook.com/recantodoser/
Além da Constelação Sistêmica, o espaço oferece outros atendimentos como Psicoterapia, Massagem, Leitura de Aura, Terapia Floral, grupos terapêuticos, espaço para crianças, cursos e oficinas.
 Sejam –bem vindos!
 
Para conhecer melhor o método da Constelação Sistêmica Familiar, vocês podem assistir ao vídeo abaixo, disponível no youtube:

 
 
Mais informações sobre:

-  Práticas restaurativas para a justiça e direitos humanos (texto do Prof. Dr, Marcelo Pellizoli/UFPE): https://www.ufpe.br/edr/images/documentos/C%C3%ADrculos_de_Di%C3%A1logo_Base_Restaurativa_para_a_Justi%C3%A7a_e_os_Direitos_Humanos.pdf 
 
- Direito Sistêmico (Blog do  Juiz Dr. Sami Storch) : https://direitosistemico.wordpress.com/ 
 
 
 
 :)

 
 
 
 
 

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Reiki - Energia Vital Universal

O que é Reiki?
 
        palavra japonesa que significa energia vital universal. Sua representação em ideograma pode ser traduzida literalmente como "chuva maravilhosa de energia vital". Frequentemente utilizada para identificar o Sistema Usui de Cura Natural, nomenclatura que homenageia seu redescobridor, Dr. Mikao Usui. Esse sistema de cura atua no restabelecimento do equilíbrio do corpo físico, mental, emocional e espiritual, possibilitando o retorno  do receptor ao estado natural de saúde e bem-estar.
       É canalizada através dos reikianos, pessoas que fazem cursos e são iniciadas por mestres professores de Reiki, e transmitida através da imposição das mãos em pontos específicos do corpo, relacionados aos centros energéticos dos corpos sutis, conhecidos como chacras, ligados a glândulas e órgãos específicos. Esta energia está disponível para todos, crianças, adultos, idosos, homens, mulheres, animais, plantas. Não tem efeitos colaterais e pode ser utilizada associada a tratamentos alopáticos, ou seja, medicamentosos tradicionais, e não os substitui. Não tem qualquer vinculação com sistemas religiosos ou doutrinários de qualquer ordem e está disponível para quem desejar experienciar seus muitos benefícios. Dentre eles: 
 
- acalma, reduz o stress, provoca uma sensação de profundo relaxamento, conforto e paz;
- gera uma sensação de alívio emocional durante o tratamento, prolongando-se após a aplicação, ajudando no processo de liberação de emoções;
- realiza uma "limpeza energética" nos nossos órgãos como o fígado, rins, artérias, também no sangue, nos ossos e outros;
- colabora com o tratamento de doenças crônicas e agudas, doenças relacionadas com stress e desordens emocionais, como nos casos de sinusite, rinite, menopausa, cistite, asma, fadiga crônica, artrite, dor ciática, insônia, depressão etc;
- pode colaborar no processo de recuperação em caso de cirurgia ou doenças prolongadas;
- tem a capacidade de reduzir os efeitos secundários advindos de tratamentos tradicionais/alopáticos e colabora com os seus resultados. Complementa o tratamento tradicional, mas não o substitui;
- pode ser aplicado nas plantas, animais, comida, água, ou seja, está a serviço do benefício de todos os seres;
- Reiki é para todos, adultos, idosos, crianças e bebês;
- Pode ser enviado a distância, no caso de impossibilidade do tratamento presencial.
A Energia do Reiki é amor no estado puro, disponível no Universo para ser canalizado na forma de energia vital para quem quiser se beneficiar dele. 
 
Fontes consultadas:
 
CARLI, Johnny De'. Reiki Universal - Sistema Usui, Tibetano, Osho e Karuna. São Paulo: Masdras, s/a.
HORAN, Paula. Reiki: uma habilitação para a Cura.São Paulo: Masdras, 1999.
 
 
 Observações:
 
O tratamento do Reiki pode ser realizado associado a outras técnicas ou terapias como massagem, cromoterapia, reflexologia, acunputura, shiatsu, cristaloterapia. Além disso, pode ser feito concomitantemente ao uso de medicamentos fitoterápicos ou terapia floral. Também pode ser utilizado de forma complementar ao uso de medicamentos alopáticos, sem interferência em seus resultados. Pelo contrário, pode diminuir os efeitos colaterais dos mesmos.  
 
Para se tornar reikiano(a) é preciso passar por cursos e iniciação/sintonização, feitos por um Mestre Professor de Reiki. É importante fazer os cursos, oferecidos em diferentes níveis (1, 2, 3A e 3B) com um(a) Mestre(a) confiável e de quem você tenha boas referências. Lembre-se de que é um trabalho energético que precisa ser tratado com seriedade, respeito e Amor! 
 
Quem deseja viver a experiência de receber Reiki, pode procurar na sua cidade espaços terapêuticos ou centros de cura que ofereçam práticas integrativas ou terapias holísticas ou, ainda, Reikianos que atendem em espaços próprios. Em alguns desses locais, inclusive, é comum a prática do chamado Reiki Solidário, onde os praticantes oferecem atendimentos de forma voluntária, sem custo algum para quem recebe o Reiki, ou em troca de contribuições simbólicas espontâneas ou alimentos para serem doados em instituições que realizam trabalhos sociais em comunidades.
 
 
--------------------------------------------------------------------------------
 
 
Segue um vídeo com mais explicações sobre o Reiki, disponível no YouTube:
 
 
 
 
Que você possa usufruir da harmonia gerada pela Energia Vital Universal e dos seus benefícios!
 
Namastê! 
 

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Protetores de animais e a importância da adoção responsável







Não é difícil encontrar pelas ruas das grandes cidades animais abandonados, especialmente cães e gatos. Já faz parte da nossa rotina sentir a aflição de ver um desses bichinos tentando atravessar avenidas movimentadas, cheias de automóveis e pedestres, torcendo para que cheguem ao outro lado da pista inteiros. Também é comum assistimos a atropelamentos causados por esses mesmo automóveis, que em ritmo acelerado cortam a cidade, cheia de edifícios, lojas e pessoas, muito apressadas e preocupadas com seus afazeres para se darem conta de que, bem ao seu lado, sem comida, sem casa e ao relento, se encontram esses animais abandonados ou “de rua”, no dito popular. Alguns deles até tinham família, mas foram jogados nas ruas devido à idade avançada, a doenças, porque vai chegar um bebê, porque a casa nova é muito pequena para caber um cão ou um gato ou, simplesmente, porque as férias chegaram e não tem quem fique com o animal. Dados da Secretaria Especial dos Direitos dos Animais (SEDA), divulgados em fevereiro de 2014, informam que mais de 100 (cem) mil cães e gatos estão abandonados nas ruas do Recife. Só no Recife, sem contar os outros municípios do Estado de Pernambuco. Além de sofrerem com a falta de alimento, higiene, cuidados, carinho e atenção, que todo ser vivo merece, esses animais ainda suportam os maus tratos de pessoas violentas, que fazem questão de bater, chutar, jogar pedras e envenenar, agravando e muito a vida daqueles que já estão em situação de abandono.
 
Cabe ao Poder Público, juntamente com a sociedade, discutir que medidas podem ser tomadas para solucionar esses problemas, e concretizá-las, através de políticas públicas eficientes. A castração dos animais, a criação de abrigos, feiras de adoção, apoio a pessoas e grupos que se disponibilizam a acolher esses animais, como um ato de amor e generosidade, qualidade que os protetores de animais têm de sobra. São essas pessoas, que se sensibilizam com a situação dos bichinhos abandonados, por compaixão e por amor aos animais, que minimizam o sofrimento vivido por eles. Individualmente ou reunidos em grupos e ong’s, os protetores se responsabilizam por tirá-los das ruas, tratá-los (muitos deles são portadores de doenças graves ou foram vítimas de atropelamento ou violência) e conseguir lares temporários, até que alguma família resolva realizar uma adoção responsável. A maior dificuldade dos protetores é a falta de apoio. Para cuidar de um animal que estava em situação de abandono é necessário, além de boa vontade e amor, espaço físico, tempo, dinheiro para pagar veterinário, tratamento, remédios, ração e, principalmente, encontrar essa família que queira acolher, cuidar dos bichinhos e oferecer-lhes um lar.  
Cada dia que passa, mais e mais pessoas se envolvem na causa dos animais abandonados. Abrigos, ong’s e protetores se multiplicam fazendo com que essa realidade comece a se modificar. Com certeza todo mundo conhece, convive ou já ouviu falar de alguém que é protetor de animais abandonados. Eu tenho a felicidade de ter uma irmã envolvida nessa causa e que por conta disso, me possibilitou realizar uma adoção responsável. Ganhei Sophia. Uma companheira linda, carinhosa, teimosa, que enche meu coração de alegria. Ela foi abandonada no condomínio onde resido por seus antigos donos, em pleno mês de junho. Um mês chuvoso e com muitos fogos. Imaginem!!! Minha irmã já havia adotado um cão ainda bebê. Bambam, barulhento, brigão e meio maloqueiro, mas que também é a alegria da casa dela. Além dele, já ajudou outros cãezinhos a encontrarem um lar. Se dá trabalho?! Dá sim!!! Como tudo na vida e como qualquer relação, requer investimento de tempo, dedicação. Mas é assim que a gente cuida de tudo na nossa vida, dedicando nossa atenção, nosso tempo e nosso esforço e as recompensas vêm! Nesses casos, não é diferente!
 
                                                                 Sophia! <3
 
 
 
Sempre que vejo os protetores em ação, minha admiração por eles cresce. É uma verdadeira luta, às vezes sem muito sucesso e às vezes com finais felizes. Por conhecer de perto o trabalho de uma protetora, Jussara Siqueira, que foi inclusive a pessoa que inicialmente acolheu minha Sophia, resolvi fazer uma entrevista com ela e mostrar um pouco desse universo. O resultado foi esse:
 
 
Pergunta - Como e quando você começou a se interessar por animais?
     Resposta - Desde criança já pegava animais na rua e levava pra dentro de casa
 
     Pergunta - o que fez você se tornar protetora e lutar para que os animais abandonados consigam um lar?
     Resposta - o que me faz ser protetora é ver um ser tão indefeso em abandono, sofrendo passando fome, sede , frio e maus tratos. Isso parte meu coraçao em pedaços
 
      Pergunta - Qual a maior recompensa que você recebe como protetora?
      Resposta - É ve-los em um lar de barriguinha cheia e dormindo em segurança
 
     Pergunta - Quais as maiores dificuldades que você encontra nessa luta para garantir uma vida melhor para esses animais que vivem nas ruas ou que foram abandonados?
     Resposta - A maior dificuldade eh realmente a adoçao e ate mesmo um lar temporário
 
     Pergunta - De que maneira as pessoas que se interessarem pelo seu trabalho, podem te ajudar?
     Resposta - minha maior necessidade com ajuda é na alimentaçao e medicação
 
     Pergunta - o que mudou na sua vida depois que você começou a lutar por essa causa?
     Resposta - É que eu descobri o sentido do verdadeiro AMOR. Um amor que me enche de carinho sem cobrar nada em troca
 
No final da conversa, ela escreveu: “Eh isso Ju.... to aqui em prantos. Esses peludinhos me emocionam a cada instante”
Jussara mora em um apartamento com o marido, a filha, dois cachorros, Bernardo e Vida, e alguns gatos, entre eles João Victor. Atualmente, protege 8 cachorros e 7 gatos, que estão abrigados na garagem. Todos os dias ela solta eles para passearem, alimenta, limpa a garagem, além dos cuidados com higiene e tratamento médico. A luta, como ela mesma disse, é para conseguir lares temporários e, posteriormente, adoção responsável.

 
Outro lutator da causa dos animais abandonados é o seu Alberto. Ele tem um abrigo no bairro de Candeias, Jaboatão dos Guararapes - PE, desde 2011, onde vivem atualmente 110 animais. O abrigo se sustenta com doações e trabalhos voluntários. Semanalmente são feitos mutirões para limpeza do abrigo e para dar banho nos animais. É um trabalho que transborda amor e necessita de muita ajuda para se manter, inclusive porque seu Alberto está sofrendo com problemas de saúde e não pode dar conta, sozinho, do abrigo e de tantos peludos que precisam de cuidados e carinho. Quem quiser conhecer melhor o trabalho de seu Alberto pode acessar o facebook do abrigo: https://www.facebook.com/abrigosenhoralberto?fref=nf
 
Quem quiser ajudar financeiramente pode realizar um depósito na seguinte conta:
 Caixa Econômica Federal – conta poupança
Agência: 0867
Operação 013
Conta poupança: 32520-8
Nome: Alberto Ribeiro Bezerra – CPF: 095.999.164-68
Quem puder colaborar de outra forma, pode entrar em contato pelo e-mail: abrigodeseualberto@hotmail.com  ou pelos telefones: (81) 86024949 / 98421358 / 82059599
 
Nunca é demais saber:
 

 
DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DOS ANIMAIS


1 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida

2 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem

3 - Nenhum animal deve ser maltratado

4 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat

5 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado

6 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor

7 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida

8 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra os animais

9 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei

10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender os animais

   
 
  Para conhecer mais sobre o assunto acesse:
  Mãos e patas corrente do bem animal PE: http://www.maosepatas.com.br/
  S.O.S animais abandonados & Orfangato: http://www.sosanimaisabandonados.com.br/quemsomos.asp
 
Que bom que existem os protetores e as pessoas que se disponibilizam a realizar adoções responsáveis! Isso  também é o que Há de Bom!!!
 
 
 
 

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Somos energia

Indicação de leitura:


 
 

BLASCHKE, Jorge. Somos Energia: o segredo quântico e o despertar das energias - novas respostas para o mistério da vida. São Paulo: Madras, 2010.
 
"Lembre-se de si mesmo sempre e em qualquer lugar" - P.D. Ouspensky
 
"Jorge Blaschke, especialista em psicologia transpessoal, estuda as últimas descobertas científicas da física quântica, da química, das neurociências e das ciências do comportamento para identificar os mecanismos que nos permitem aproveitar as energias (as nossas próprias e as do ambiente) para alcançar nossos objetivos, tanto pessoais quanto sociais e referentes à saúde. O autor também vincula sua pesquisa multidisciplinar com tradições que aparecem agora com uma eficácia impressionante frente aos avanços da ciência quântica. A obra também inclui vários exercícios para fazer do nosso intelecto um aliado das energias cada vez mais eficiente. Passo a passo, aprenderemos a detectá-las e usá-las de modo favorável, bem como a potencializar nossa capacidade para trabalhar criativamente com elas. Os benefícios se estendem, ainda, ao sistema imunológico, à produção de neurotransmissores e à autocura."

"Tenho de ser consciente de todo o processo, porque eu também faço parte do processo" - Arnold Mindell

Boa leitura!!!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Cristais



Os cristais são utilizados pela humanidade desde tempos imemoriais com objetivos diversos: comunicação, cura, rituais, construção, harmonização das energias dos chacras e dos ambientes, desenvolvimento de habilidades, da intuição...

Diz-se que todo o conhecimento - passado e presente - está armazenado nos cristais e ao acessarmos essa fonte conseguiremos acessar também o "banco de dados" neles contido. O cristal irradia energia própria e reage à energia de cada pessoa e local, formando uma espécie de rede de comunicação, uma egrégora energética.

Os cristais colaboram e muito na cura de vícios relacionados ao tabagismo, ao álcool, às drogas em geral, à alimentação e funcionam como parceiros na cura da depressão, da ansiedade, de medos, traumas e doenças físicas e psíquicas. Podem ser usados em práticas espirituais, de meditação e visualização.

Podem ser utilizados, também, para nos proteger e proteger os ambientes onde estamos, basta que sejam escolhidos, limpos e programados para tais fins. Escolha o(s) seu(s) cristal(is) ou se deixe ser escolhido por ele(s), limpe-o(s), energize-o(s) e utilize-o(s) como companheiro(s) para alcançar seus objetivos. (No final do post explicamos como realizar esse processo).

Os cristais representam o poder da natureza em ação e quando utilizados em conjunto com outras terapias (cromoterapia, aromaterapia, reiki, deeksha, acupuntura, florais etc.), têm a sua ação potencializada.  Possuem cores, tamanhos, formas e propriedades específicas. Agem diretamente em alguns chacras e trabalham questões relacionadas aos corpos físico, emocional e espiritual.

Os principais chacras, suas cores e localização:





Vamos conhecer alguns cristais, sua ação, propriedades e sua utilização na harmonização e ativação dos chacras:

1º chacra - BÁSICO, RAIZ OU GENÉSICO. luz vermelha. Chacra da energia vital, do aterramento. Cristais: jaspe vermelho, ágata fogo, granada.

2º chacra - UMBILICAL: luz laranja. Chacra do poder, da sabedoria, da criatividade. Cristais: calcita laranja, citrino, ágata laranja, parisiense laranja.

3º chacra - SOLAR: luz amarela. Chacra das emoções, das mágoas (localizado no estômago. Quando não digerimos bens sentimentos e emoções e alimentamos as mágoas, surgem as doenças gástricas). Cristais: Citrino, calcita limão

4º chacra - CARDÍACO: luz verde.  chacra dos sentimentos, do amor. Cristais: quartzo verde, turmalina verde, esmeralda, verdelita, jade verde.

5º chacra - LARÍNGEO: luz azul claro.  Chacra da comunicação, do relacionamento. Cristais: água marinha, indicolita, quartzo azul, topazio azul.

chacra - FRONTAL: luz azul índigo. Chacra do "3º olho", intuição, vidência, clarividência, nível de consciência. Cristais: sodalita, ágata azul, azurita, ametista, fluorita.

7º chacra - CORONÁRIO: luz violeta. Portal. Chacra que assimila as energias transpessoais e distribui para os demais chacras. Conexão com as energias superiores, divinas. Cristais: ametistas, quartzo hialino.



QUARTZO HIALINO



Contém todas as cores, por isso pode substituir qualquer cristal durante um tratamento. É o "clínico geral". Pode ser usado em todos os chacras. Promove limpeza e alinhamento dos centros energéticos. Ajuda a harmonizar e equilibrar as energias do ambiente. Aumenta a percepção e clareia os pensamentos. Colabora na realização de meditações e visualizações. Facilita o contato com o 'Eu Superior'. Alivia as dores do parto. Fortalece o chacra cardíaco.


AMETISTA




Pedra do 3º milênio. Sua cor violeta transmuta, purifica e espiritualiza. Pode ser aplicada em qualquer parte do corpo, especialmente no chacra frontal. Corrige vícios, em especial os ligados ao uso do álcool. Bom para presentear crianças e resguardá-las dos vícios. Acalma a mente eliminado a fadiga mental. Promove limpeza e cura profundas. Combate a insônia e energiza todos os corpos.


ÁGUA MARINHA



Esse cristal traz consigo os mistérios das profundezas oceânicas. Sua energia é o ponto de comunicação entre os diversos planos das moradas de Deus. Trabalha a voz, a palavra e o crescimento através do relacionamento. Utilizar no chacra laríngeo.


SODALITA



Desenvolve a percepção extra-sensorial, deserpertando o 3º olho para uma melhor compreensão da vida. Desenvolve as faculdades cognitivas, o raciocínio e a atenção. Ativa a memória, o gosto e a responsabilidade pelos estudos. Acalma a mente para que a compreensão flua. Combate e previne arteriosclerose. É um nutriente agrícola. Oxigena o ambiente. Usar no chacra frontal.


QUARTZO VERDE



Contém a energia do AMOR, a luz da verdade. Limpa e energiza o chacra cardíaco e todos os outros chacras com a energia do amor. Pedra da cura, da saúde. Atrai amor. Presentar com quartzo verde é externar amor, fazer uma carinho. Ideal para pessoas que são professores, médicos, enfermeiros e que desenvolvem profissões com vocações amorosas.


CITRINO


Usar o citrino é implantar uma partícula de sol no interior do ser. é um assentamento e desbloqueio da energia criativa. Ordena a vida pessoal, a vida familiar, a vida profissional, a saúde, o caráter, a voz interna. Desintegra as mágoas ao massagear o plexo solar. Sintoniza a predisposição do indivíduo face o uso da riqueza. Desperta ideias relacionadas à área profissional e que produzem lucros. Estimula a fartura de alimentos. Age, fisicamente, sobre catarata, sinais, feridas de instrumentos cortantes, câncer de pele, hanseníase. Usar no 3º chacra. 


QUARTZO ROSA



É, em essência, a luz do perdão. Deve ser usada no 8º chacra (que não consta na imagem dos chacras, nem foi citado antes, mas que é também dos mais importantes. Localiza-se no meio do peito, entre o chacra cardíaco e o solar/gástrico. Na glândula Timo). 

TIMO:





Deve-se massagear o 8º chacra, imaginando que o peito, o coração e depois todos os outros chacras, estão sendo envolvidos e preenchidos pela luz rosa do perdão. Assim, as mágoas e as dores emocionais são eliminadas, promovendo a paz interior e uma vida mais espiritualizada. Emite uma energia suave para o ambiente e desenvolve, também, o senso de humor.


TURMALINA NEGRA



Defende das energias e influências negativas. Ajuda seu portador a se tornar mais realista e integrar o seu "eu espiritual" ao seu corpo físico. É eficaz contra doenças debilitantes ou crônicas como cardíacas ou reumatismos. Tranquilizadora, estimula o sono e proporciona um sono reparador.  Equilibra as energias masculinas e femininas. Intensifica os humores, por isso não deve ser carregada quando a pessoa estiver  com mau humor, deprimida ou irritada.


 SUGESTÃO DE COMO LIMPAR, ENERGIZAR E PROGRAMAR O SEU CRISTAL



 LIMPEZA:

1º - coloque água e sal grosso em um vasilha - de preferência de barro, cerâmica ou plástico - e deixe a pedra ou o cristal de um dia para o outro.
2º -  tire o cristal da água com sal grosso e lave em água corrente.

ENERGIZAÇÃO:

1º - Deixe a pedra ou cristal já limpo, ao ar livre, exposto ao sol e a chuva (se chover), de um dia para o outro. É essencial que ele receba a luz do sol e da lua.


PROGRAMAÇÃO:

Você pode programar o seu cristal para agir sobre determinada doença ou desconforto no corpo físico, sobre questões emocionais e espirituais. Preste atenção na cor da pedra, na sua relação com os chacras e nas suas propriedades antes de programá-la. A programação precisa ser feita em um ambiente tranquilo. Você precisa estar concentrado e se conectar com o cristal, criar um vínculo e uma forma de comunicação com ele, através da mente e do coração. Ele é seu amigo e vai te ajudar.

1º - escolha o cristal e após limpá-lo e energizá-lo, se dirija a um local tranquilo. Se concentre. Se desejar, faça um exercício de respiração, acenda um incenso, coloque um mantra ou uma música suave, instrumental, no ambiente.
2º - segure o cristal entre as mãos, respire fundo, traquilize o coração e a mente e pense: "este cristal terá a função de..." (curar determinada doença, desconforto ou incômodo físico; curar meus medos; me ajudar a me livrar dos meus vícios; me ajudar a dormir tranquilo; me dar suporte nas relações familiares; me ajudar a prosperar financeiramente; irradiar luz de amor para mim e para o meu companheiro(a) etc. São só exemplos.) Tenha firmeza na intenção e deseje com sinceridade. De onde estiver, o cristal vai irradiar o que foi programado para você.

Modo de usar:

Para limpar e harmonizar os chacras você deve massagear os cristais relacionados a cada um (ou o cristal de quartzo hialino ou uma ametista, que servem para todos eles) no local correspondente ao centro energético no seu corpo físico. Pode também, deixar os cristais sobre esses pontos durante alguns minutos, imaginando que a região esta sendo envolvida e preenchida pela cor predominante na pedra e no chacra, conforme a imagem mostrada anteriormente. Repita esse processo com a frequencia que desejar (diariamente ou semanalmente) ao acordar ou antes de dormir, ou sempre que sentir necessidade.


Existem milhões de cristais e pedras na natureza que são empregadas das mais variadas formas. Essas são apenas algumas das mais conhecidas e utilizadas. Nosso objetivo é despertar seu interesse sobre o assunto e fazer com que você busque mais informações, se aprofunde, compreenda o poder curativo das pedras e dos cristais e utilize-os em seu benefício e em benefício das pessoas que o cercam.

Os cristais podem ser utilizados na forma de amuletos, pingetes, drusas, cristais de ponta, pirâmides, bolas, corações etc. Podem ser carregados com a pessoa nos bolsos, na bolsa ou podem ficar em cima de mesas e altares.
 
Independente do formato em que você vai usar os cristais e as pedras, lembre-se sempre de que eles são seus amigos, seus parceiros e existem para beneficiar você. Basta saber utilizá-los, respeitando a natureza e se conectando com o Universo.


Namastê!



 Fontes:

Curso: Cristais para a Transição Terráquea. Joana Coutinho. Recife, outubro de 2011.
ISLIN, Connie. Cristais e Pedras. São Paulo: Rideel, 2009.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Voluntariado: o caso do Projetando Sorrisos - Maceió AL





Como falei no primeiro post, o intuito desse espaço é compartilhar ideias, experiências e ações voltadas para o bom, para o bem e para o belo, objetivando incentivar reflexões acerca das mudanças necessárias para a construção de um mundo melhor, para nós e para as futuras gerações.

Por isso, resolvi divulgar o trabalho voluntário desenvolvido através do "Projetando Sorrisos", em Maceió- AL! 

Trata-se de um grupo de jovens alagoanos dispostos a colaborar para a disseminação do amor, da paz, da fraternidade, do respeito e da caridade naquele Estado. É um belíssimo trabalho conduzido por Camila Buarque, presidente e coordenadora do Projeto.

Os jovens visitam abrigos de idosos e crianças, bem como comunidades carentes, e realizam inúmeras campanhas, como a campanha de arrecadação de leite, de donativos, de reciclagem e até campanha de abraço grátis (um máximo!). Divulgam, através das redes sociais e de um blog, importantes informações ligadas aos cuidados com os idosos, além de questões relacionadas à saude. É um trabalho que vale a pena conhecer!!!

Campanha de arrecadação de leite:




Campanha Reciclagem:



Visita à Casa para Velhice Luiza Marillac:





Campanha Abraço Grátis - "Não posso abraçar o mundo inteiro de uma vez. Faz mal não, abraço um por um!" — Marcel Giraud









O voluntariado é um serviço que faz bem para alma!!!




Para saber mais visite o blog http://projetandosorrisos.wordpress.com/

Facebook http://www.facebook.com/projetandosorrisos1

Fan Page http://www.facebook.com/projetandosorrisos



sexta-feira, 27 de julho de 2012

Coleta Seletiva de Lixo

LiXo. LiXo?
 
 lixo

s. m.
1. Qualquer matéria ou coisa que repugna por estar suja ou que se deita fora por não ter utilidade. = ENTULHO, PORCARIA

2. Resíduo resultante de atividades domésticas, comerciais, industriais etc., e que se deita fora; detritos, sobras. = DETRITO, SOBRA

3. Local ou recipiente onde se acumulam esses resíduos ou matérias.

4. [Figurado]  Escória, ralé.

 


          Segundo o dicionário Priberam, é considerado lixo o que está sujo ou o que não tem mais utilidade, bem como resíduos, detritos e sobras que são descartadas. Essa definição, porém, já foi alvo de inúmeros debates e reflexões, que vêm gerando nova tomada de posição das pessoas em relação ao destino que deve ser dado ao que se trata como lixo. 

          Esse debate não é novo, mas a nossa mudança de atitude ainda precisa ser ampliada. Precisamos nos conscientizar das consequências de jogar o lixo, seja ele orgânico ou não, em locais não apropriados, especialmente nas vias públicas, o que ocasiona o entupimento de bueiros e esgotos, gerando muitos danos e transtornos, principalmente em períodos chuvosos. 

           Muito já se pensou sobre as soluções para o "lixo", produzido por bilhões de pessoas diariamente no mundo todo, e muito já se faz por aí para tentar minimizar os efeitos dessa produção desenfreada, atrelada, indubitavelmente, ao consumismo exagerado. 


          Um bom exemplo é a já tão conhecida ReCiClAgEm, processo pelo qual se transforma materiais usados em novos produtos, que podem ser reutilizados das formas mais variadas. Uma das características mais importantes presentes no processo de reciclagem é a CRIATIVIDADE! Do chamado lixo, podem surgir objetos com utilizações diversas. Lembremo-nos que se trata como lixo objetos não mais em uso, além dos resíduos orgânicos gerados. Assim, vemos latas em metal se transformando em porta-lápis, potes de vidros se transformando em porta-alimentos, garrafas pet transformadas em flores decorativas, em mesas, cadeiras, tampinhas de garrafa pet transformadas em lixeiros, folhas de jornal que viram cestos e muitas outras ideias.

Exemplos de reciclagem:

 


Material: lata de leite em pó. http://apaulamoura.blogspot.com.br/2010/09/porta-lapis.html

 

Material: garrafa pet. http://artesanatoereciclagemladoalado.blogspot.com.br/p/tudo-com-garrafa-pet-da-net.html  

 
O processo de coleta de materiais recicláveis é feito, na maioria das vezes, através de lixeiros espalhados em alguns pontos da cidade, que indicam, através da cor e do nome do material, como separar os materiais que poderão ser reutilizados:
 





Como dissemos, cada cor corresponde a um material, a saber:

 
 
 
Fonte:http://meumundosustentavel.com/noticias/coleta-seletiva/

Vamos começar a fazer a nossa parte, nos informando mais a respeito da COLETA SELETIVA DE LIXO na nossa cidade. 
 
 
 

Em RECIFE, existe um progama da Prefeitura de Coleta Seletiva de Lixo. Diz o site da PCR:

"Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana ­ EMLURB

Ações

Coleta Seletiva

A coleta seletiva, desde 2001, realiza ações para a melhoria e preservação do ambiente, tratando de forma adequada os resíduos sólidos gerados pela população do Recife. As ações visam orientar a separação do lixo domiciliar orgânico do lixo reciclável. Para que a coleta atinja as metas planejadas pela EMLURB, foi lançado um programa operacional e educativo de coleta porta-a-porta em residências, condomínios, escolas públicas e particulares, empresas e indústrias que se interessem em participar do programa. Trata-se de um conjunto de ações em que o município é parte integrante na preservação do meio ambiente. 
A coleta seletiva é viabilizada através de caminhões compactadores que fazem os circuitos em dias alternados a partir das 8 (oito) horas da manhã. Uma vez por semana, de segunda a sábado, o caminhão da coleta seletiva circulará pelos 43 bairros onde acontece a coleta domiciliar alternada. São 36 roteiros". 

continuação da matéria e sobre os roteiros ver: http://www.recife.pe.gov.br/pr/servicospublicos/emlurb/coleta.php

Em PERNAMBUCO, contamos, ainda com a AMAPE - Associação Meio Ambiente Preservar e Educar, uma ONG que objetiva promover a gestão sustentável de resíduos orgânicos e inorgânicos e a inclusão dos catadores, possibilitando o exercício pleno da cidadania, através da educação ambiental e da promoção do desenvolvimento sustentável.

Uma das ações da AMAPE:

"Campanha estimula o consumidor pernambucano a utilizar a lata de alumínio.
 
        Ver o lixo com outros olhos. Entender seu potencial, tanto como instrumento de geração de emprego e renda, quanto na preservação de recursos naturais. E utilizar a Comunicação para difundir esta forma de pensar para sociedade. Assim pensa e trabalha Sérgio Nascimento, 40 anos, presidente da Associação Meio Ambiente, Preservar e Educar (Amape), do Recife, responsável pela campanha que está estimulando o consumidor pernambucano a utilizar a lata de alumínio para aumentar a renda dos catadores e reduzir o lixo urbano.
            Ele tem o segundo grau e acalenta o sonho de fazer um curso de propaganda, porque "a Comunicação é o grande diferencial para fazer com que as pessoas revejam velhos conceitos e possam adquirir novos conceitos". O pernambucano Sérgio Nascimento utiliza integralmente o conceito de reciclagem no seu dia-a-dia, como "empreendedor social", estimulando as pessoas a dar aos resíduos sólidos um aspecto sustentável.
            Em 1998, criou a Amape com um grupo de amigos. "Há muitos anos observei que as pessoas tinham dificuldade de entender a importância de separar o lixo da coleta seletiva. E na outra ponta, eu via os catadores vivendo em situação de risco absoluto. Investimos tempo, estudo e dinheiro para nos tornarmos profissionais que pudessem fazer esse meio de campo", conta.
        Conseguiu, por exemplo, aproximar uma universidade de associações de catadores, utilizando o conhecimento acadêmico para implementar um sistema de coleta seletiva e organizar catadores que seriam beneficiados com os resíduos. A Amape criou também o eco-cesto, feito com tampas de refrigerante. Um produto visualmente interessante, utilizado justamente como cesto de coleta seletiva, gerando renda para artesãos.
Foi assim também quando observou o impacto causado pela sucata da lata de aço. "A gente observou que a renda do catador tinha caído e verificou que estava sendo difícil para ele entender o porquê da mudança. E vimos também o lixo acumulado nas ruas. Uma despesa para todos, porque a sociedade tem que pagar ao poder público para recolher as latas de aço, por possuírem baixo valor comercial".
          
ONG e prefeituras estimulam opção pela lata de alumínio

            Uma campanha, iniciada no Recife e em Olinda, uniu a Amape, as duas prefeituras, o governo do Estado de Pernambuco, a Associação de Defesa do Consumidor e o Movimento Nacional dos Catadores. Cartazes espalhados em todos os 3 mil ônibus das duas cidades e nas estações de metrô da capital tentam estimular o consumidor a comprar latas de cerveja e refrigerante fabricadas com alumínio.
          O principal estímulo poderia ser apenas o financeiro para os catadores, já que um quilo da lata de alumínio pode ser vendido por R$ 3, enquanto o da lata de aço vale apenas R$ 0,20. Mas o que uniu os parceiros foi a questão ambiental e o custo do recolhimento do lixo urbano. "Se o catador não recolhe a lata de aço, aquilo vira um lixo, uma despesa que vai ser paga pela própria sociedade", comenta Sérgio Nascimento, presidente da Amape. São toneladas de embalagens descartadas nas ruas, que acabam prejudicando o meio ambiente e até atrapalhando o turismo, atividade vital para cidades como Recife e Olinda."

Em RECIFE, indico ver o blog "O Catador", da cooperativa Pro-Recife, formada por catadores de lixo da comunidade do Carangueijo Tabaiares, localizada em Afogados, Recife: 
Existe, também,  uma comunidade virtual que realiza um trabalho de conscientização ambiental na cidade do RIO DE JANEIRO e que traz importantes informações acerca do lixo e de seus "usos". Vale muito a pena ver: http://www.lixo.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=12&Itemid=26

Nas redes sociais, encontramos a fan page Reciclagem, Jardinagem e Decoração que traz muitas dicas legais, criativas e interessantes. Acessem: http://www.facebook.com/ReciclagemJardinagemEDecoracao

 

SOBRE LEGISLAÇÃO:


"DECRETO Nº 5.940, DE 25 DE OUTUBRO DE 2006.


Institui a separação dos resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta, na fonte geradora, e a sua destinação às ssociações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis, e dá outras providências.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VI, alínea “a”, da Constituição,

DECRETA:

Art. 1o A separação dos resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da administração  pública federal direta e indireta, na fonte geradora, e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis são reguladas pelas disposições deste Decreto.
Art. 2o Para fins do disposto neste Decreto, considera-se:
I - coleta seletiva solidária: coleta dos resíduos recicláveis descartados, separados na fonte geradora, para destinação às associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis; e

II - resíduos recicláveis descartados: materiais passíveis de retorno ao seu ciclo produtivo,rejeitados pelos órgãos e entidades da administração pública federal direita e indireta.
 Art. 3o Estarão habilitadas a coletar os resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da administração pública federal direita e indireta as associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis que atenderem aos seguintes requisitos:
I - estejam formal e exclusivamente constituídas por catadores de materiais recicláveis que tenham a catação como única fonte de renda;

II - não possuam fins lucrativos;

III - possuam infra-estrutura para realizar a triagem e a classificação dos resíduos recicláveis descartados; e

IV - apresentem o sistema de rateio entre os associados e cooperados.

Parágrafo único. A comprovação dos incisos I e II será feita mediante a apresentação do estatuto ou contrato social e dos incisos III e IV, por meio de declaração das respectivas associações e cooperativas.

Art. 4o As associações e cooperativas habilitadas poderão firmar acordo, perante a Comissão para a Coleta Seletiva Solidária, a que se refere ao art. 5o, para partilha dos resíduos recicláveis descartados.

§ 1o Caso não haja consenso, a Comissão para a Coleta Seletiva Solidária realizará sorteio, em sessão pública, entre as respectivas associações e cooperativas devidamente habilitadas, que firmarão termo de compromisso com o órgão ou entidade, com o qual foi realizado o sorteio, para efetuar a coleta dos resíduos recicláveis descartados regularmente.
§ 2o Na hipótese do § 1o, deverão ser sorteadas até quatro associações ou cooperativas, sendo que cada uma realizará a coleta, nos termos definidos neste Decreto, por um período consecutivo de seis meses, quando outra associação ou cooperativa assumirá a responsabilidade, seguida a ordem do sorteio.

§ 3o Concluído o prazo de seis meses do termo de compromisso da última associação ou cooperativa sorteada, um novo processo de habilitação será aberto.

Art. 5o Será constituída uma Comissão para a Coleta Seletiva Solidária, no âmbito de cada órgão e entidade da administração pública federal direita e indireta, no prazo de noventa dias, a contar da publicação deste Decreto.

§ 1o A Comissão para a Coleta Seletiva Solidária será composta por, no mínimo, três servidores designados pelos respectivos titulares de órgãos e entidades públicas.

§ 2o A Comissão para a Coleta Seletiva Solidária deverá implantar e supervisionar separação dos resíduos recicláveis descartados, na fonte geradora, bem como a sua destinação para as associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis, conforme dispõe este Decreto. 

§ 3o A Comissão para a Coleta Seletiva Solidária de cada órgão ou entidade da administração pública federal direita e indireta apresentará, semestralmente, ao Comitê Interministerial da Inclusão Social de Catadores de Lixo, criado pelo Decreto de 11 de setembro de 2003, avaliação do processo de separação dos resíduos recicláveis descartados, na fonte geradora, e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis.

Art. 6o Os órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta deverão implantar, no prazo de cento e oitenta dias, a contar da publicação deste Decreto, a separação dos resíduos recicláveis descartados, na fonte geradora, destinando-os para a coleta seletiva solidária, devendo adotar as medidas necessárias ao cumprimento do disposto neste Decreto.

Parágrafo único. Deverão ser implementadas ações de publicidade de utilidade pública, que assegurem a lisura e igualdade de participação das associações e cooperativas de catadoresde materiais recicláveis no processo de habilitação.


Art. 7o Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 25 de outubro de 2006; 185o da Independência e 118o da República.


LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA

Patrus Ananias

Este texto não substitui o publicado no DOU de 26.10.2006"

https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Decreto/D5940.htm
http://www.lixo.com.br/documentos/decreto5940_2006.pdf


                                       VAMOS FAZER A NOSSA PARTE!